Home / Conteúdo / Notícia

Notícias

Por Augusto Auler e Yuri Stávale* | 05/07/2005 - Atualizada às 11:30

Expedição mapeia mais 8 cavernas no Rio Grande do Sul

  • Espeleotemas na Gruta da Varzinha Crédito: Augusto Auler

Entre os dias 30 de maio e 5 de junho uma pequena expedição composta por três membros do Grupo Bambuí de Pesquisas Espeleológicas e Grupo Pierre Martin de Espeleologia realizou trabalhos de mapeamento e exploração em cavernas gaúchas.

O alvo da investida foi a região de Caçapava do Sul e São Sepé, região central do estado. Nesta área ocorrem várias lentes calcárias e havia a expectativa de que houvesse cavernas nesta litologia. Apesar da existência de calcários e de empresas mineradoras, todas as cavernas registradas inserem-se em rochas areníticas.

Foram mapeadas oito cavernas, o que praticamente duplica o número de cavernas conhecidas no Rio Grande do Sul. Entre os destaques podemos mencionar a Gruta da Varzinha em Caçapava do Sul, um extenso abrigo sob rocha que apresenta três cavernas rasas.

Apesar de inserido em arenitos, possui abundante deposição de espeleotemas possivelmente de calcita, incluindo formas raras como helictites. Provavelmente o arenito nesta região apresenta alta concentração de carbonatos.

Outra caverna interessante foi a Toca Escura, situada na base do grande bloco arenítico conhecido como Pedra do Segredo. Esta caverna em tálus possui mais de 100 m de galerias. A cerca de 50 m de altura, no meio da Pedra do Segredo, foi possível acessar e mapear a Gruta da Pedra do Segredo, que proporciona magnífica vista da região.

*Augusto Auler e Yuri Stávale são do Instituto de Geociências (UFMG) e do Grupo Bambuí de Pesquisas Espeleológicas. Esta notícia foi publicada no boletim Conexão Subterrânea, nº 22, da Rede Espeleo. Para saber mais, acesse www.redespeleo.org.

Comentários

Publicidade

Publicidade